Lidando com o Medo do Desconhecido (Gn. 1) – Shalwá

0
603

Texto do Vídeo

E havia trevas sobre a face do abismo. Com essas palavras, a Torá narra o primeiro elemento na criação dos céus e da terra.

Para os semitas, as trevas e o abismo representavam aquilo que não se podia ver ou ter acesso. Tanto o que está nas profundezas dos mares, quanto o que está no escuro, eram coisas desconhecidas.

E quantas vezes não temos medo do desconhecido? Temos muita dificuldade de lidar com aquilo que foge ao nosso controle. Parece que aquilo que não conseguimos ver, entender ou prever, irá nos derrubar.

Contudo, a Torá começa justamente dizendo que o espírito do Eterno pairava sobre a face das águas. No hebraico ruaH, espírito, é vento ou sopro. Isto é, o sopro do Criador flutuava sobre aquilo que para nós ainda era desconhecido.

Muito antes do desconhecido vir à existência, o Eterno já detinha total controle sobre ele. O que você desconhece, o Eterno enxerga. O que para o homem é uma tempestade, para o Criador é apenas uma brisa. Pois nenhuma gota d’água cai do céu, ou se movimenta nos mares, sem que seja da Sua vontade.

Não tenha medo do desconhecido, pois sua vida está nas mãos dAquele que te criou. Pensando em você, planejou cuidadosamente cada momento dessa existência, para que você possa crescer em sabedoria e em maturidade.

Mesmo quando o desconhecido não é fácil de lidar, o Eterno está no comando. E Ele nunca permitirá que as coisas saiam do controle dEle. Aquele que te sustenta está muito acima de qualquer adversidade.

Que o Altíssimo, Aquele que tudo tem em Suas mãos, possa te dar descanso de toda angústia.

Caso deseje, faça a seguinte oração: Eterno, Soberano absoluto de todas as coisas, em tuas mãos entrego toda situação desconhecida. Cuida de tudo o que não estiver ao meu alcance. Ajuda-me a confiar sempre em Ti, e concede-me repouso seguro, com a certeza de que Tu estás no comando da minha vida.